Bailarina de Itaquá dança no Faustão (Quadro Ding Dong)

Bailarina de Itaquá dança no Faustão (Quadro Ding Dong)

0
Compartilhar

Bailarina de Itaquá dança no Faustão (Quadro Ding Dong)

Larissa Lira conta sua trajetória e sobre os novos rumos fora do país, após ter passado em audição Internacional.

Larissa Lira
22 Anos
Moradora de Itaquaquaquecetuba
DRT de Bailarina(4626/7)
Instagram: @_larissalira

 

Larissa Lira, 22 anos e moradora de Itaquá (Vila Arizona), sempre teve interesse pelo mundo artístico, especificamente pela carreira de Bailarina e Atriz, iniciou-se na arte da dança em 2003 no Ballet Clássico pela secretaria de cultura de Itaquaquecetuba, fazendo também teatro (Cindy Araujo), Canto e Coral (João), expressão Corporal ( Hailton Silva), e se formou em Ballet clássico no Studio Arte e Corpo com Geiza Moreira onde também ministros aulas. Na sua infância foi bailarina do Patati e Patata,(rede tv) teve participações em DVDs e apresentações
com mara maravilha e no programa Sabadaço (Band) de Giuberto Barros.

 

Com seus 16 anos, começou dar aulas de Baby Class no CREAS em Itaquaquecetuba para crianças carentes, e então começou a dar aulas de Ballet em escolas em Itaqua e em São Paulo no Clube Latino. Aos seus 18 anos tomou rumo ao centro de SP, fazendo dança de salão na escola SOLUM escola de dança onde lá conheceu muitas pessoas e ingressou na Cia Okan de Rafael Machado e Geisa Ruiz onde permaneceu por 2 anos e depois foi chamada para uma audição da Cia de Dança Brazouka na Bahia, onde ficou 1 ano morando e trabalhando como Bailarina em 2016.

Em 2017 voltou para SP, fez o Festival SUPER DOSE CHILLI BEANS e Atualmente está dançando no Domingão do Faustão no Incrível quadro Ding Dong onde está a muito tempo no ar devido o sucesso do quadro.

Orgulho para nossa cidade
Mas ela ressalta que nada disso teria acontecido se não fosse a garra de sua mãe (Vanda Lira) onde sempre esteve do seu lado, correndo junto e passando por muitas dificuldade.
“Minha família tinha dificuldades financeiras pra pagar aulas em lugares particulares ou pra pagar as taxas de espetáculos e até mesmo figurinos, mas nunca desisti dos meus sonhos. Sou
Grata a cada professor a cada pessoa que me ajudou nessa minha trajetória de Bailarina.“

Novidade em primeira mão
Hoje Larissa dá passos ainda maiores em sua carreira. Conta-nos em primeira mão que há 2
meses fez uma audição para o Ballet Internacional Adriana Licilento ( BIAL ) com 200 meninas
participantes e passou entre as 8. Onde embarcará para Europa e ficará de 6 a 8 meses.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA